Home OKR Livrando-se da síndrome do objeto brilhante
OKR

Livrando-se da síndrome do objeto brilhante

Nós da Grite Soluções, já tivemos oportunidade de ajudar dezenas de empresas de alto crescimento a implementar com êxito os OKRs e aprendemos que o foco organizacional é de longe o benefício mais importante, seguido pela prestação de contas. Os outros benefícios são engajamento, alinhamento e transparência. Inclusive, criamos três modelos de capacitação que permitem gestores se aperfeiçoarem nessa metodologia.

Equipes ocupadas, produtivas e inovadoras geralmente não têm foco devido ao que é conhecido como ‘síndrome do objeto brilhante’. Isso quer dizer que sempre há algo novo a ser feito e raramente há falta de motivação. Os OKRs fornecem uma estrutura que não torna sua equipe rígida, mas torna o processo de mudança de direção consciente.

Um pouco relacionado à falta de foco, é a falta de responsabilidade. Raramente é um caso em que seus colegas de equipe sabotam deliberadamente iniciativas de negócios, mas como diz o ditado: “O caminho para o inferno é pavimentado com boas intenções”. Seja em grandes ou pequenas empresas, esse é um comportamento frequentemente encontrado em colaboradores descompromissados.

Por fim, um entendimento compartilhado de por que os OKRs estão sendo adotados será fundamental no futuro, quando ocorrerem falhas e obstáculos. Em nossa experiência, o foco por si só é o benefício mais poderoso, embora um tanto complicado, a ser adotado.

Uma dica das trincheiras

Se sua empresa é jovem, você pode ter problemas com o foco. É a desvantagem da equipe super motivada. Definir seus primeiros OKRs pode muito bem ser um exercício doloroso. Não é difícil definir objetivos, mas a coisa mais difícil será decidir o que NÃO fazer. Pelo lado positivo, essa é a coisa mais valiosa que você obterá dos OKRs.

Você pode se interessar por:  OKR no TRE de Pernambuco

Author

Ingo Porto

Consultor sênior na área de planejamento estratégico. Ingo tem 41 anos, possui MBA em Gestão de Projeto e é atuante no mercado de TI desde 1997. Especialista em Planejamento Estratégico usando OKR, foi sócio de 3 empresas e 9 startups, o que lhe gabaritou a orientar dezenas de startups voluntariamente através da ACE Startups, do Porto Social, do StartPB, da FOZ Incubadora e da Campus Party (um dos maiores eventos de tecnologia do mundo), onde foi premiado como melhor mentor de startups (http://www.secti.pe.gov.br/balanco-startups-sao-premiadas-na-cprecife4/). Foi Analista de Planejamento e Gerente de Projetos de TIC na Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco e atualmente é Líder Executivo da Grite Soluções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *