Home OKR OKR trocado em miúdos
OKR

OKR trocado em miúdos

Quem me conhece sabe que divulgo OKR onde quer que eu vá, desde um simpósio sobre gestão corporativa até grupo da família no WhatsApp (rsrsrs). Durante essas conversas surgem sempre as mesmas perguntas e, por isso, resolvi publicar aqui no Blog da Grite respostas básicas sobre essa metodologia que vem cada vez mais sendo referência para gestão ágil de diversos tipos de negócio. Vamos trocar OKR em miúdos?

OKR significa Objetivos e Resultados Chave. Um objetivo é o que você deseja alcançar e um Resultado Principal é como você planeja medir se alcançaram seu objetivo.

Um exemplo:
• Objetivo: quero entrar em forma.
• Resultado principal: Perder 5 Kilos

A interação entre o objetivo e o resultado chave é muito clara. Afinal, o que significa ficar em forma será diferente para cada pessoa. Uma pessoa magra pode querer ganhar 5 Kilos de músculo, enquanto uma pessoa com sobrepeso pode querer perder 5 Kilos de gordura.

Os objetivos são sempre qualitativos e aspiracionais. Eles são algo que você, sua equipe ou sua organização pretende alcançar (e não deve conter números!).

Os resultados chave são sempre quantitativos. Eles lhe dirão se você alcançou seu objetivo, portanto devem ser mensuráveis ​​para evitar qualquer dúvida.

Mesmo o resultado chave “Sim ou Não” é (realmente) numérico, pois o resultado é binário. Por exemplo, “Passar em um exame” é um resultado de chave numérica válido que pode ter valores Sim (1) ou Não (0).

Os OKRs podem pertencer a um indivíduo ou a uma equipe. Uma empresa em si deve ter seus próprios OKRs. Dependendo do tamanho e maturidade da sua empresa, considere atribuir OKRs apenas para equipes no seu primeiro período de planejamento. Isso simplificará bastante o processo de adoção de OKRs, pois você não precisará integrar todos os funcionários.

Você pode se interessar por:  Por que usar OKR no seu Negócio

Quantos objetivos? Uma pessoa ou equipe deve ter até 5 objetivos por período de planejamento (por exemplo, um trimestre).

Quantos resultados chave? Obviamente, deve ser mais que zero, caso contrário, não temos definição de sucesso. Ao mesmo tempo, descobrimos na prática que objetivos com mais 5 resultados chave são difíceis de manter. Normalmente, os OKRs bem definidos têm no máximo 5 resultados chave.

Uma dica das trincheiras

Ao começar, ter todos com apenas um único objetivo se mostrou muito bem-sucedido. Primeiro, a equipe aprenderá rapidamente o valor do foco, indo ao extremo. Segundo, você não sobrecarregará a equipe com a aprendizagem de um novo processo e um planejamento completo no mesmo tempo.

Author

Ingo Porto

Consultor sênior na área de planejamento estratégico. Ingo tem 41 anos, possui MBA em Gestão de Projeto e é atuante no mercado de TI desde 1997. Especialista em Planejamento Estratégico usando OKR, foi sócio de 3 empresas e 9 startups, o que lhe gabaritou a orientar dezenas de startups voluntariamente através da ACE Startups, do Porto Social, do StartPB, da FOZ Incubadora e da Campus Party (um dos maiores eventos de tecnologia do mundo), onde foi premiado como melhor mentor de startups (http://www.secti.pe.gov.br/balanco-startups-sao-premiadas-na-cprecife4/). Foi Analista de Planejamento e Gerente de Projetos de TIC na Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco e atualmente é Líder Executivo da Grite Soluções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *